Desoft7

Algo para considerar: o horário de pico do atendimento do seu açougue. Os açougues estão em todos os lugares, no Brasil todo! É da cultura do brasileiro consumir carnes e buscar a qualidade dos produtos no açougue.

E então, eu te pergunto: você sabe qual é o horário de pico de seu açougue? Não? Saber esses horários é essencial para melhorar suas vendas e otimizar o atendimento de sua equipe. E, claro, trazer mais conforto e praticidade para o seu cliente.

1 – Panorama do mercado de açougues 

Ele está em praticamente toda cidade. O açougue é um local que comercializa diversos tipos de carnes.

No Brasil, basicamente desde a colonização, o açougue está presente na vida de muitos brasileiros. E vem se modernizando e se adaptando às novas tecnologias. A fim de proporcionar o melhor de seus produtos e serviços aos clientes, que têm ficado mais exigentes.

Segundo estatísticas, o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de carne de frango. E um dos maiores produtores de carne de porco e boi do mundo, exportando seus produtos para diversos países.

Isso colabora para a diminuição dos preços das carnes no país. O que indica que é um alimento típico do dia a dia do brasileiro. 

Os brasileiros têm a liberdade de escolher e procurar por carnes em vários locais. E são estimulados por diversos motivos como preço, qualidade do produto e preferências pessoais.

Mesmo com toda a sofisticação dos açougues tradicionais, não dispensa a preocupação com a qualidade das carnes. Uma vez que as pessoas podem até ser atraídas pela modernidade do negócio, como vem acontecendo. No entanto, só voltam a fazer compras nos locais que realmente oferecem os serviços de acordo com a sua expectativa.

2 – Importância da variedade de carnes fornecidas em seu açougue

Os açougues tradicionais tem por objetivo apenas as vendas de carnes, frango, boi, porco, carneiro e outros animais. A concepção dos novos negócios em aperfeiçoar o espaço do açougue vem trazendo um público mais exigente ao cenário das casas de carne.

O público mais exigente vem em busca de carnes nobres e cortes diferenciados. Querem, sobretudo, uma experiência em gastronomia mais sofisticada em suas casas. Isso porque têm se popularizado cursos de gastronomia e cursos voltados ao preparo de carnes.

Além de produtos diferenciados, eles desejam um ambiente sofisticado, funcionários preparados para atender e que realmente entendam do produto.

Normalmente, quando a economia vai bem, é quando a renda familiar dos brasileiros está aumentando. Vemos um aumento do consumo de carne em todo o Brasil, indicando o aumento da lucratividade dos açougues.

Então, o seu papel como empreendedor no ramo, diante deste fato, é garantir que a concorrência perca em alguns aspectos considerados essenciais. O que demora tempo e requer estudo e observação mais apurada do mercado. 

3 – Como a ambientação do seu açougue influencia em suas vendas?

Quando falamos em melhorar o espaço do açougue, não falamos somente em deixá-lo mais “gourmetizado” e mais “bonito”. Falamos também sobre a melhoria do atendimento ao público, além do espaço interno para que os funcionários realizem suas atividades da melhor forma. 

Assim, priorizar a boa organização está diretamente ligada com a melhoria da sua gestão, pois um ambiente mais organizado tende a trazer mais clientes. Assim, culminando em aumento dos lucros.

É importante pensar na organização e na exposição dos produtos. O balcão deve ter uma apresentação bem iluminada, chamativa e com boa visualização dos preços. Esses são aspectos essenciais para induzir o consumidor a comprar. Dessa forma, trazendo o lucro para o seu açougue. 

Contudo, também é importante que a sua casa de carnes tenha um mobiliário bem distribuído, pensando na melhor mobilidade dos clientes.

Objetos importantes como balcões e freezers devem estar constantemente limpos. Câmara regulada e bem refrigerada, balanças eletrônicas com etiquetadora, moedor de carne do tipo industrial, serra para cortar a carne congelada, gancheira, picador e amaciador de carnes, mesa de corte e utensílios básicos de cozinha também, devidamente higienizados.

Investir em uma boa ambientação pode triplicar os seus resultados. Contudo, trazendo uma melhor experiência do cliente, principalmente em horários de pico de movimentação. Nos quais diversos clientes chegam para comprar ao mesmo tempo. E, mesmo diante de filas para serem atendidos, querem (e merecem) receber uma boa experiência em seu açougue.

4 – Mas então, você sabe qual é o horário de pico do atendimento do seu açougue?

A pergunta pode parecer um tanto óbvia, mas acreditamos que muitos donos de açougue nunca pararam para pensar em estratégias para o horário de pico de seus negócios. 

Saber exatamente quais são os horários de maior fluxo irá te ajudar a lucrar muito mais! Por isso, observe o horário de pico do atendimento do seu açougue. E tenha a previsibilidade ao seu favor ao elaborar boas estratégias para vender mais produtos, durante esse período.  

5 – Estratégias que podem ser postas em ação nos horários de pico em seu açougue

Para ficar mais fácil de visualizar, temos aqui algumas estratégias de vendas para os horário de pico do atendimento do seu açougue

✔️ Bancada de autoatendimento: é bastante comum que o mesmo cliente possa procurar produtos do autosserviço quando vai ao açougue para uma visita mais rápida. E, quando esse cliente está com mais tempo, ele busca pelo atendimento dos colaboradores para fazer uma compra maior ou mais específica.

Por isso, deixe um freezer com cortes feitos e embalados em bandejas prontos e dispostos pouco antes do horário de pico. Assim, o cliente pode apenas pegar o que precisa e já passar no caixa, tornando o processo muito mais rápido. 

✔️ Produtos semiprontos: algumas pessoas gostam de comprar a carne em corte ali na hora, outras preferem adquirir cortes semipreparados.

Por isso, você pode pensar em preparar uma linha de produtos temperados e semiprontos, visando a praticidade do preparo para o horário de pico. Como,  por exemplo: kaftas, hambúrgueres, frango temperado, entre outros.

✔️ Deixar à mostra produtos que geralmente são comprados junto com as carnes: pão de alho, maionese preparada, farofas, espetinhos de queijo etc.

É importante que, para pôr em prática essas estratégias de aumento de vendas, é necessário saber com precisão todos os horários de pico do açougue. Além de saber o volume de vendas, o quanto representa esse faturamento em porcentagem em relação às vendas do dia, e quais são os produtos com mais saídas.

Assim, veja a seguir como obter essas informações de forma mais assertiva e usar os horários de pico a seu favor para vender mais.

6 – Veja como um Sistema ERP pode te ajudar a descobrir o horário de pico do atendimento do seu açougue

O Desoft ERP realiza o controle do horário de pico do atendimento do seu açougue por completo. Isto é, com precisão e eficiência, emitindo relatórios 100% seguros e com alta confiabilidade. Com esses relatórios, é possível detectar:

  • Os horários que o seu açougue mais vende;
  • O volume de vendas;
  • O faturamento por período;
  • Valores de cada venda;
  • A porcentagem relativa do faturamento e quanto essa fatia representa nas vendas diárias;
  • Os descontos que foram alinhados aos volumes de vendas nos horários de pico;
  • O quanto representa em porcentagem os descontos aplicados nessas vendas.

O sistema facilita na elaboração de estratégias bem mais assertivas para aumentar as vendas, pois todas elas poderão ser pautadas em cima das informações geradas pelo relatório de volume de vendas ao dia, podendo saber também quais são os produtos mais vendidos do açougue, nesses períodos de maior fluxo.

Então, quer saber mais sobre o sistema da DESOFT7? 👇

Enfim, é a maneira mais tecnológica e assertiva de saber o horário de pico do atendimento do seu açougue!